Como estudar Bruxaria?


Dizer como começar a estudar Bruxaria é algo complexo porque bruxaria não é só estudo, é vivencia, é sentir, é conectar ... mas claro que começamos por entender o que é a Bruxaria, logo, oriento por começar a estudar a história da bruxaria e das espiritualidades pagãs. A Bruxaria está relacionada à um caminho espiritual (cada tradição tem a sua forma de caminho) e não se trata apenas de práticas de magia, como muitos acham, embora algumas tradições vão focar mais num caminho do que em outro, por vezes. Pra nós não existe bruxaria branca ou negra, existe Bruxaria, o mesmo para a Magia, porque o pensamento de uma bruxa não é maniqueísta, a bondade ou a maldade está no indivíduo e não no caminho.


Estudar os conceitos do que é paganismo, neopaganismo, bruxaria, bruxaria moderna, bruxarias antigas, espiritualidades  pagãs e não pagãs, e saber diferenciar isso é um ótimo começo de estudos. A Wicca por exemplo é uma das Bruxarias Modernas, e que em sua história trouxe mudanças importantes na prática do neopaganismo, mas não é a única bruxaria que existe, pois antes do advento da bruxaria moderna a bruxaria já existia, assim como existem outras bruxarias modernas além da Wicca, mas esta também é uma vertente de bruxaria.


Sempre digo para meus alunos, em termos de estudo, não adianta só ler livros de autores bruxos ou magos; atuais, modernos ou antigos, mas é preciso também estudar história, antropologia e o desenvolvimento humano nas crenças.


Eu pertence à vertente de Bruxaria eclética, isso não quer dizer que eu misturamos tudo, mas que entendemos que a Bruxaria é algo que enquanto fenômeno humano, foi se moldando e adaptando-se às épocas e contextos sociais, culturais, sócio-econômicos, logo, não é algo que vem de uma época parada no tempo e espaço (local), vemos a Bruxaria em sua amplitude histórica e antropológica; o ecletismo traz essa visão abrangente, é uma forma de se enxergar a Bruxaria, não praticando uma vertente específica, mas bebendo de algumas delas, pois entendemos a Bruxaria com algo que hoje é resultado de toda essa história.


Essa é a minha visão,  e não me coloco como a dona da verdade pois não é o único caminho de prática e todas as vertentes tem seu valor. Outros poderão falar algo um pouco diferente ou em partes. Sou iniciada há mais 17 anos, segui o sacerdócio pós iniciação, e como psicóloga formada, estudei a psicologia das religiões, os mitos e antropologia, como bruxa pratico a espiritualidade pagã com essa visão macro e microcósmica.


SOBRE PRATICAR


A Bruxaria não é só estudo, é pratica, é vivência, é conexão, é empoderamento, é "ser", não é só "estar" bruxa/o.


Tem conhecimentos que não vem por livros, vem da alma, vem da espiritualidade, vem das conexões. Porém pra saber o que se pratica e como se pratica, é preciso estudo, dedicação e abrir a mente. Estudar e praticar Bruxaria é uma redescoberta de si, é construir e desconstruir visões de mundo, de si e da sociedade. É descobrir seus potenciais natos porém latentes e despertá-los. É fortalecer as habilidades já manifestas. É se conectar com o todo dentro e fora de você. Não é a "Bruxaria" enquanto prática de caminho espiritual que te dá isso tudo, mas é você mesma/o, que compreendendo esse conhecimento ancestral e moderno, que pratica e descobre o seu verdadeiro poder.


por Cris Morgan


83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo